.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Novo Plano de Contas






Entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2007 o novo Plano Geral de Contabilidade (PGC).
Trata-se de uma ferramenta que, dentre várias inovações, pretende a melhoria da informação económica e financeira das empresas, através da autonomização na demonstração de resultados provenientes da actividade corrente ou normal, no âmbito da actividade financeira e dos resultados extraordinários.
A obrigatoriedade, contida neste novo plano de evidenciar, no balanço, as alterações ocorridas nas várias rubricas entre o exercício em apreciação e o anterior, vai facilitar a elaboração do Balanço(ou Mapa) de Fontes e Aplicações de Fundos dispositivo técnico destinado a análise de alterações financeiras verificadas numa empresa entre duas datas. Para homens de negócios com poucos conhecimentos de contabilidade, as vantagens deste balanço são sobremaneira grandes.

É de louvar, para além do novo PGC, lançamento que a Direcção Geral de Impostos procedeu da sua página na Internet, com o endereço (www.dgati.gov.mz), e de dois folhetos (desdobráveis), relativos aos principais procedimentos e requisitos para os pedidos de reembolso em IVA e o calendário fiscal com as principais obrigações tributárias.

Visite o site:
http://empreendedor.ifdep.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=64&Itemid=109
Dentre várias abordagens encontrará:
a) A Demonstração de origem e aplicação de fundos
b) A Demonstração de Resultados
CUSTOS E PROVEITOS
Contas Operacionais
Contas Financeiras
Contas Extraordinárias
Impostos sobre Lucros
c) A Demonstração dos fluxos de caixa
d) Alguns comentários aos indicadores financeiros

0 comentários: